quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Numa equipa de futebol é importante ter um nº10. O que diz o marketing do Benfica?

Desde que existe futebol todos os anos os jogadores que compõem um plantel escolhem a numeração.
Normalmente são escolhidos os 11 primeiros números, pois tradicionalmente em campo entravam do número 1 ao 11. Historicamente todos os adeptos de futebol sabem que as estrelas das equipas, escolhem normalmente a camisola nº9, nº10 ou nº7, é assim em todas as equipas do mundo. No Benfica a camisola nº10 é a mais mitica, já pertenceu a Eusébio, Rui Costa, Aimar e Jonas. Se o Benfica decidiu conscientemente não contratar mais nenhum avançado, mesmo tendo disponibilidade financeira para tal, não contratou ninguém, pois o objectivo é apostar as fichas todas nos jovens talentos que saem da formação, então que se assuma de uma vez, que o Jota é o novo nº10 do Benfica. O que não faz sentido é o Benfica esta temporada não ter ninguém a utilizar a camisola nº10.
A mitica camisola nº10 é para os jogadores em que se acredita terem o que é necessário para para ser um jogador de elite. Só o simples facto de vestir essa camisola, qualquer atleta obrigatoriamente se tem de transcender dia após dia, pois é um número com muita história, é um titular, é um atleta de que se espera poder elevar o nome do Benfica muito longe.

Para um francês que vá ver o Benfica em Lyon, o respeito que será atribuído ao Jota ao saltar do banco para substituir um dos 2 avançados titulares da equipa neste momento será muito diferente se o Jota entrar com o nº73 nas costas ou o nº10. Manter a numeração atual é como assumir que no plantel atual do Benfica não existe nenhum jogador diferenciado que possa usar a mitica nº10, quando a direcção simplesmente decidiu não comprar ninguém para que o Jota possa ter o espaço livre para poder ocupar o espaço da futura estrela que todos internamente acreditam ser seu.

No dia do anúncio da renovação do contrato faz todo o sentido que, ao Jota também seja entregue a camisola nº10 para a época 2019/20. Se a politica do clube é incorporar os jovens da formação na sua equipa principal em vez de contratar reforços nas outras equipas, estes jovens da formação que são as grandes apostas do clube, tem de poder assumir os números dos titulares, não faz sentido o nº10 ficar sem dono. Tal como não faz sentido o nº4 ficar sem dono, se não querem dar ao Ferro (já não faz sentido continuar com o nº97), ao menos que seja entregue ao Morato, ficar sem dono é que não.

Jota foi eleito o melhor jogador do Campeonato de Europa de sub-19 em 2018 e o jogador revelação da 2ª Liga portuguesa na época 2018/19, este é o momento para brilhar entre a elite, depois de na época 2018/19 ter feito 15 golos entre a 2ª liga, junior e o mundial de sub-19.

A camisola nº10 é para as estrelas, para os predestinados e não acredito que a direcção do Benfica possa prescindir da força da mítica camisola nº10 do Benfica.

3 comentários:

alegriaencarnada disse...

O jota tem de merecer a camisola, minutos, intensidade, objectividade, assistências e golos.

Islander disse...

Tens a noção que a camisole foi oferecida ao Pizzi que a recusou, certo? Acho que é informação importante no tema que não vi referida no texto.
Quanto à 10 sagrada, fica o sentimento de faltar qualquer coisa, sem dúvida, mas sinceramente prefiro 1000 vezes que seja assim do que banalizar a 10 como fizemos com Djuricic e outros... a 10 Sagrada é para monstrous como Rui Costa, Aimar,Valdo,... o Jota sem renovação oficial é um activo em perigo, por isso mnão entra nestas contas.

Presumo que a estejam a guardar como prémio(renovação de Jota seria interessante, como escrito, sem dúvida…mas talvez só faça sentido ter a 10 depois de ter algum impacto na equipa.) ou para o caso de alguma contratação sonante que possa acontecer...

Anónimo disse...

O que não faz sentido é não ter no plantel nenhum jogador que seja a bandeira para o talento superlativo aos olhos da direcção para utilizar a mítica nº10.
Não faz sentido jogar esta temporada 2019/20 sem a força da camisola nº10 do Benfica em campo.

Ou tinha-se comprado novo reforço para ser essa estrela, ou se entrega esse nº para o jogador da formação que se acredita estar preparado para ocupar esse lugar em aberto no plantel. Só o Jota poderá ser o nº10 do atual plantel do Benfica, é o único atleta que foi sempre uma das estrelas da equipa em todos os planteis que integrou. A qualidade inata de excelência está lá, só falta se assumir agora também na equipa principal. Mas, o facto do lugar ter ficado sem nenhuma contratação é um claro indicio de que Jota é a aposta desta direcção para a época 2019/20, só falta assumir isso oficialmente entregando-lhe a camisola. Não dá para acreditar que a direcção ainda esta a guardar o nº para dar a algum desempregado que ainda podem ser inscritos.