sexta-feira, 13 de abril de 2018

Quem será, o arbitro nomeado para o Benfica-F. C. Porto?

A poucos dias do clássico mais aguardado desta temporada 2017/18, esta é a pergunta que está a gerar mais expetativas aos adeptos de futebol em Portugal.

É certo que será um arbitro internacional! Se conseguir ser imparcial, seria um boa notícia para a comunidade do futebol e para toda a comunicação social no dia seguinte ao jogo!
Resultado de imagem para jornal na bunda



Será que o Conselho de Arbitragem vai ter a sensibilidade necessária para nomear um arbitro que não pertença a uma das Associações em confronto direto, de modo a garantir equidade arbitral entre as 2 equipas? 

Todos sabemos que os árbitros tendem a ser mais favoráveis aos clubes da sua própria Associação e os elementos do Conselho de Arbitragem sabem isso mais que qualquer um de nós. Por muito que o Conselho de Arbitragem queira fazer passar a mensagem que o arbitro ser da mesma Associação do que um dos clubes em competição não é limitativo para a nomeação, o certo é que este orgão tem tido um certo pudor em dar aos clubes a vantagem de competir beneficiando de arbitros da sua própria associação, tal facto faz com que sejam muito raros nomeações de árbitros para jogos das equipas da sua própria Associação. Por exemplo nestas 29 jornadas da época 2017/18, só por uma vez um arbitro da A. F. Braga foi nomeado para jogos em que estava envolvido o Braga. Qual é a razão que não o da residência, que levou com que o Manuel Mota, o João Pinheiro e o Luís Ferreira em conjunto só tenham arbitrado 1 jogo do Braga nestas 29 jornadas, quando somam 3 jogos do F. C. Porto, 3 do Benfica e 2 do Sporting?

Em toda a época de 2016/17 só por 2 vezes foram nomeados árbitros da A.  F. Braga para jogos do Braga, por comparação podemos confirmar que foram nomeados árbitros da A. F. Braga para jogos do Benfica, F. C. Porto e Sporting, por 7, 5 e 5 vezes respetivamente. Está claro que por alguma razão, o Conselho de Arbitragem considera que os árbitros da A. F. Braga reunem mais condições para arbitrar jogos do F. C. Porto, Benfica e Sporting do que jogos do Braga, verdade!  O Nuno Almeida é o único arbitro da A. F. Algarve nos quadros da Liga e só foi nomeado para 1 único jogo envolvendo o Portimonense nesta época 2017/18, tal como já só tinha sido nomeado para 1 único jogo desse clube em 2016/17 (no caso até foi para o Olhanense-Portimonense), como se vê o C. A. tem o cuidado de evitar nomear o arbitro da A. F. Algarve para jogos do Portimonense, pois nas últimas 3 épocas só por 2 vezes arbitrou o Portimonense, sendo que o clube venceu essas 2 partidas. Não é nada de surpreendente para os menbros do C.A., conhecem o efeito regional na arbitragem.

Apesar desse conhecimento da realidade geografica que envolve a arbitragem por parte do Conselho de Arbitragem, será vamos ter um árbitro da A. F. Lisboa ou da A. F. Porto no clássico?
Se o Conselho de Arbitragem, pretende seguir essa via e conceder uma clara vantagem competitiva a uma das equipas, então no distrito do Porto, temos como potenciais candidatos para está nomeação, os internacionais Artur Soares Dias e Jorge Sousa (para favorecer o F. C. Porto) e no distrito de Lisboa, temos os internacionais, Tiago Martins e João Capela (para favorecer o Benfica), já que o Hugo Miguel não pode ser por ter dirigido o jogo do F. C. Porto há 2 semanas atrás na 28ª jornada.

Para que conste: Os dados estatísticos demonstram que nestas últimas 10 épocas, o Benfica obteve um melhor desempenho médio que o F. C. Porto com qualquer um dos 3 internacionais da A. F. de Lisboa acima referidos e o contrário também é verdade, ou seja, o F. C. Porto obteve um melhor desempenho que o Benfica com todos os árbitros internacionas pertencentes a A. F. do Porto. Assim, podemos dizer que nas últimas 10 temporadas:
  • Com a arbitragem do Jorge Sousa, o rendimento médio do F. C. Porto foi superior ao do Benfica 17%, já assinalou 4 penaltis favoráveis ao F. C. Porto e apenas 1 penalti desfavorável em 20 jogos. Também assinalou 3 penaltis favoráveis e 3 desfavoráveis ao Benfica em 23 jogos. Como se vê o Conselho de Arbitragem ao nomear este arbitro para o clássico esta a dar um grande vantagem ao clube da Associação deste arbitro (F. C. Porto).
  • Com a arbitragem do Artur Soares Dias, o rendimento médio do F. C. Porto foi superior ao do Benfica 10%, já assinalou 7 penaltis favoráveis ao F. C. Porto e apenas 2 penaltis desfavoráveis em 21 jogos. Também assinalou 4 penaltis favoráveis e 5 desfavoráveis ao Benfica em 25 jogos. Como se vê o Conselho de Arbitragem ao nomear este arbitro para o clássico esta a dar um grande vantagem ao clube da Associação deste arbitro (F. C. Porto)..
  • Com a arbitragem do João Capela, o rendimento médio do Benfica foi suerior ao do F. C. Porto em 24%, já assinalou 7 penaltis favoráveis ao F. C. Porto e apenas 1 penalti desfavorável em 15 jogos. Também assinalou 2 penaltis favoráveis e nenhum penalti desfavorável ao Benfica em 13 jogos. Como se vê o Conselho de Arbitragem ao nomear este arbitro para o clássico esta a dar um grande vantagem ao clube da Associação deste arbitro (Benfica)
  • Com a arbitragem do Tiago Martins, o rendimento médio do Benfica foi superior ao do F. C. Porto em 25%, já assinalou 1 penalti favorável ao F. C. Porto e nenhum penalti desfavorável em 4 jogos. Também assinalou 2 penaltis favoráveis e nenhum penalti desfavorável ao Benfica em 7 jogos. Como se vê o Conselho de Arbitragem ao nomear este arbitro para o clássico esta a dar um grande vantagem ao clube da Associação deste arbitro (Benfica).

Comprova-se assim, que ter no Benfica-F. C. Porto, um arbitro da A. F. Lisboa ou um outro da A. F. Porto tem o efeito positivo ou exatamente inverso no que a probalidades de vitória do Benfica nesse jogo. 

Excluindo da equação estes árbitros internacionais que pertencem a uma das Associações que tem interesse em que o clube da sua própria Associação seja a vencedora do clássico (Artur Soares Dias e Jorge Sousa do Porto, Tiago Martins, João Capela e Hugo Miguel de Lisboa) e também Carlos Xistra por ter arbitrado o Benfica há 2 semanas na 28ª jornada, tal como o Nuno Almeida por ter arbitrado o F. C. Porto na 29ª jornada, as restantes possíveis árbitros internacionais são, por esta ordem de probabilidade:

  1. Bruno Paixão, arbitro da A. F. Setúbal que foi o 4º classificado da época 2016/17, que nas últimas 10 temporadas já arbitrou o Benfica por 14 vezes e o F. C. Porto por 7 vezes, sendo que o rendimento médio do Benfica foi superior em 14% ao do F. C. Porto com este arbitro.
  2. Fábio Veríssimo, arbitro da A. F. Setúbal que foi o 7º classificado da época 2016/17, que nas últimas 10 temporadas já arbitrou o Benfica por 6 vezes e o F. C. Porto por 10 vezes, sendo que o rendimento médio do Benfica foi superior em 10% ao do F. C. Porto com este arbitro.
  3. João Pinheiro, arbitro da A. F. Braga que foi o 10º classificado da época 2016/17, que nas últimas 10 temporadas já arbitrou o Benfica por 5 vezes e o F. C. Porto por 1 única vez, sendo que o rendimento médio do Benfica foi superior em 33% ao do F. C. Porto com este arbitro.

São estes 3 árbitros os melhores classificados em 2016/17 e que pelos regulamentos estão nas melhores condições para serem nomeados para o próximo clássico, uma vez que, como já esclarecemos em cima, não são elegíveis para este Benfica - F. C. Porto da 30ª jornada, o arbitro classificado em 3º (Carlos Xistra) e em 5º (Nuno Almeida) na época 2016/17, tal como não seria aconselhável o arbitro classificado em 1º (Jorge Sousa), 2º (Artur Soares Dias), 6º (Hugo Miguel) e 12º (Tiago Martins) classificado da época 2016/17 pelo critério do distrito de residência e que é evidente uma clara afinidade com um dos clubes em confronto. Nas ultimas 10 épocas com todos os árbitros o Benfica e o F. C. Porto conquistaram aproximadamente 80% dos pontos disputados, por isso não faz sentido nenhum que possam competir com o adversário direto num jogo em que está nomeado um árbitro da sua própria Associação com o qual tem conseguido um rendimento médio superior ao do rival em mais de 10%.

Como já esclarecemos anteriormente aqui em relação as nomeações das últimas 10 épocas, não podemos deixar de realçar o facto de 8 dos últimos 9 clássicos entre o Benfica e o F. C. Porto terem sido árbitrados por elementos da Associação de Futebol do Porto! 8 nas últimas 9 vezes! Estamos a falar de um confronto direto entre uma equipa de Lisboa e outra do Porto, as únicas que conquistaram campeonatos nas últimas 10 temporadas, logo no sentido de preservar a equidistância em termos de nomeação de árbitros para os clássicos, seria de todo desaconselhável esta sistematica e continua nomeação de elementos da arbitragem de uma das Associações de futebol em confronto.

Depois de conhecer os dados estatísticos, qual dos árbitros acreditas que será o nomeado? 
E já agora diga qual é o clube que está a ser favorecido com a nomeação desse arbitro?


4 comentários:

JOSE CARLOS FARIA disse...

Aposto dobrado contra singelo que vai ser o Soares a Dias...

Nau disse...

Aposto que vai ser o Dias.

Zé Tó disse...

Se não for o Dias será uma surpresa, no entanto, toda a gente devia saber que é uma vergonha.

Nau disse...

O Dias! Bruxo! Acertei em cheio.