sábado, 17 de março de 2018

Grandes penalidades favoráveis aos 3 grandes nos últimos 10 campeonatos

Este post é um complemento do anterior, em que se evidenciava a evolução das grandes penalidades assinaladas a favor dos 3 grandes clubes portugueses nos últimos 10 campeonatos.

No agregado das 308 jornadas das últimas 10 temporadas futebolísticas, constatamos que:
  1. O Benfica conquistou 738 pontos (ou seja, em média conquista 80% dos pontos disputados) e já arrecadou 5 dos últimos 10 campeonatos já atribuídos.
  2. O F. C. Porto conquistou 734 pontos (ou seja, em média conquista 79% dos pontos disputados) e já arrecadou 4 dos últimos 10 campeonatos  já atribuídos.
  3. O Sporting conquistou 624 pontos (ou seja, em média conquista 68% dos pontos disputados). Atenção, que existe uma grande diferença no rendimento médio da equipa nos 5 primeiros anos, para os últimos 5 anos (período Bruno Carvalho)!
Atendendo ao desempenho médio da cada uma das équipas numa década, comparativamente desempenho médio das equipas até a 26ª jornada, podemos concluir que na atual temporada 2017/18, todas as 3 equipas registam um rendimento superior ao que tem sido o seu rendimento médio nos últimos 10 anos, visto que o F. C. Porto conquistou 85,9% dos pontos possíveis, o Benfica conquistou 83,3% e o Sporting conquistou 79,5% até ao momento na atual época. Ou seja, mesmo o atual 3º classificado (Sporting), ao conquistar 62 pontos após 26 jornadas, está muito próximo do rendimento médio que tem levado as equipas a conquista do título nacional, logo vencendo todas as 8 jornadas que faltam disputar, esses 86 pontos provavelmente serão suficientes para conquistar o título de campeão nacional. É quase certo que que, a equipa que conseguir mais de 86 pontos será a campeã de 2017/18. Não é muito frequente mas já aconteceu em 2015/16, uma equipa com 86 pontos ficar em 2º lugar, pois a equipa do Rui Vitória nessa época bateu o record de pontos.

Normalmente, todos reconhecemos que é expetável que Benfica, F. C. Porto e Sporting, tenham mais penaltis favoráveis do que equipas do meio da tabela ou que lutam para não descer, pois atacam mais, chegam mais vezes a área contrária como comprova o número de golos que marcam. Quanto maior é o poderio ofensivo de uma equipa em princípio mais faltas vai obrigar os seus adversários a fazer dentro da área, essa é a lei geral das probabilidades, mas como vamos ver de seguida, por vezes os critérios arbitrais da nossa Liga nos demonstram algumas curiosidades estatísticas:

  • Nestas últimas 10 épocas, o Benfica é a equipa que marcou mais golos (709 no total) mas com 78 penaltis favoráveis, está muito longe de ser a equipa a favor do qual foram assinaladas mais penaltis favoráveis, que é o F. C. Porto com 86 penaltis. Apesar de ter marcado mais 29 golos que o F. C. Porto que marcou 680 golos nestas 10 últimas épocas, o Benfica usufruiu de menos 8 penaltis assinalados a seu favor do que o F. C. Porto. Estatisticamente é difícil de explicar, as razões que levaram a esta diferença nos penaltis!
  • Atenção! Os penaltis não tem todos a mesma importância, aqueles que diretamente podem fazer com que a equipa acrescente pontos conquistados, são os que verdadeiramente influenciam o desempenho pontual  e nesses penaltis assinalados com os pontos diretamente em disputa, temos que, o F. C. Porto usufruiu de 51 desses penaltis favoráveis (40 assinalados ainda com o jogo empatado e 11 assinalados quando estava a perder por 1 golo de diferença), o Benfica usufruiu de 41 desses penaltis, tal como o Sporting usufruiu de 41 desses penaltis com influência direta nos pontos em disputa (28 assinalados ainda com o jogo empatado e 13 assinalados quando estava a perder por 1 golo de diferença). Todos compreendem que, o penalti que permite a equipa se adiantar no marcador, é claramente o penalti mais valioso de todos, pois o golo mais difícil de marcar numa partida de futebol é aquele que desbloqueia o empate no marcador (que permite acrescentar mais 2 pontos diretamente com esse penalti), o 2º mais importante é o penalti assinalado quando a equipa está a perder por 1 golo, na medida em que permite acrescentar diretamente com essa decisão arbitral mais 1 ponto. Os penaltis favoráveis assinalados quando a equipa já está a vencer por 2 oumais golos de diferença, são os mais irrelevantes para o desempenho desportivo da equipa.
  • Nos primeiros 5 anos em analise aqui, o Sporting foi claramente a equipa que usufruiu de menos penaltis assinalados a seu favor (apenas foram assinalados 29), já nos últimos 5 anos (que coincide com a era Bruno Carvalho), o Sporting foi claramente a equipa que usufruiu de mais penaltis favoráveis (foram assinalados 47 no total). Ou seja, para o Sporting, nestes últimos 5 anos foram assinalados mais 18 penaltis favoráveis do que os que foram assinalados nos primeiros 5 anos desta última decáda, sendo que desses penaltis a mais, curiosamente 10 são penaltis que foram assinalados ainda com o marcador empatado, estamos pois, a falar de mais 20 pontos possíveis de serem acrescentados, somente por aproveitar diretamente a decisão arbitral! O facto de usufruir de mais penaltis nos últimos 5 anos justifica parte do aumento do rendimento pontual do Sporting, mas não justifica todo, pois a equipa conquistou 319 pontos, ou seja mais 108 pontos que os 211 pontos que conquistou nos primeiros 5 anos! Como prova da melhoria do desempenho desportivo está também, os 98 golos a mais que marcou, pois passou de 263 dos primeiros 5 anos para 361 golos marcados nos últimos 5 anos. A base de comparação não é exatamente igual, uma vez que, nos primeiros 5 anos foram 150 jogos e agora nos últimos 5 anos já estão contabilizados 156 jogos, pois houve alargamento do campeonato para 34 jornadas desde 2014/15, mas ninguém pode negar a melhoria ocorrida no rendimento médio do Sporting, que nos primeiros 5 anos conquistou em média 58,4% dos pontos disputados e nos últimos 5 anos passou a conquistar em média 77,1% dos pontos disputados.
  • Não tanto como o Sporting, nestes últimos 5 anos, o Benfica também melhorou a sua pontuação em relação aos primeiros 5 anos aqui em estudo, de 344 pontos passou para 394 pontos conquistados nos últimos 5 anos. Essa melhoria no rendimento pontual, arrecadando todos os títulos já atribuidos nesse último periodo, também se reflete nos golos, pois dos 336 golos marcados nos primeiros 5 anos, passou para 373 golos marcados nos últimos 5 anos, mas inexplicavelmente nos últimos 5 anos usufruiu de 37 penaltis favoráveis, quando nos primeiros 5 anos tinha usufruído de 41 penaltis favoráveis, ou seja a equipa está muito mais capaz mas usufrui de menos penaltis assinalados a seu favor atualmente. Já o F. C. Porto, foi o único clube que piorou o seu desempenho médio nos últimos 5 anos em relação aos primeiros 5 anos, pois de 375 pontos (em 150 jogos), passou a conquistar somente 359 pontos (em 156 jogos dos últimos 5 anos). 
  • Já vimos que o Benfica nos últimos 5 anos (156 jogos) usufruiu de menos 4 penaltis do que nos primeiros 5 anos (150 jogos), mas o mais inexplicável ainda é o facto de ter usufruído nos últimos 5 anos de apenas 17 penatis assinalados num momento no jogo em que pode acrescentar pontos à conquistar (foram assinalados 11 penaltis com o jogo empatado e 6 quando estava a perder por 1 golo), quando nos primeiros 5 anos, o Benfica tinha usufruido de 24 penaltis favoráveis assinalados com possibilidade de acrescentar pontos conquistados (18 assinalados com o jogo empatado e 6 quando estava a perder por 1 golo). Em termos comparativos esses 24 penaltis assinalados a favor do Benfica com pontos em disputa diretamente nos 5 primeiros anos (período em que o Benfica apenas conquistou 1 campeonato), são exatamente os mesmos 24 penaltis que nos últimos 5 anos, o F. C. Porto usufruiu e são inferiores aos 25 penaltis favoráveis que o Sporting já usufruiu nestes últimos 5 anos sem nenhuma correspondência em títulos, são ainda inferiores aos 27 penaltis favoráveis assinalados com pontos diretamente em disputa que o F. C. Porto usufruiu nos primeiros 5 anos aqui em analise (22 penaltis favoráveis assinalados com o jogo empatado e 5 quando estava a perder por 1 golo).
  • Em média, nos últimos 10 campeonatos, o F. C. Porto usufriu de 8,6 penaltis por cada temporada, o Benfica de 7,8 penaltis por temporada e o Sporting de 7,6 penaltis favoráveis. Em média o Sporting usufruiu de um penalti assinalado a seu favor por cada 7 golos que marca, o F. C. Porto usufruiu de um penalti assinalado a seu favor por cada 8 golos que marca, o Benfica com menos sorte ainda com a arbitragem, só consegue usufruir de um penalti depois de conseguir marcar 9 golos em média.
Aqui está o quadro resumo das últimas 10 épocas, em que os dados estão subdivididos em blocos de 5 anos, para melhor compreendermos as tendências e a evolução no que toca ao número de penaltis assinalados a favor dos 3 grandes clubes portugueses (Benfica a vermelho, Porto a azul e Sporting a verde).

Todos tinhámos como adquirido, que em períodos de hegemonia de determinado clube, é normal que se detete também nesse período, que essa equipa foi a que obrigou os seus adversários a cometer mais falta na área, mas a Liga Portuguesa é verdadeiramente um caso de estudo, pois o que salta a vista, é a anómalia estatística de termos, uma equipa que está a lutar por um histórico pentacampeonato, num período em que não só não é a equipa que usufruiu de mais penaltis favoráveis, como tem mesmo outros 2 clubes rivais que já usufruiram de muitos mais penaltis assinalados a seu favor ainda com pontos em disputa, pois com pontos diretamente em disputa foram assinalados 25 penaltis a favor do Sporting, 24 a favor do F. C. Porto e apenas 17 a favor do Benfica (11 com o jogo empatado e 6 quando estava a perder por 1 golo) nos últimos 5 campeonatos. 

Concentrando a nossa atenção nos penaltis com influência direta no desempenho pontual das equipas, verificamos que curiosamente, a grande diferença no número de penaltis assinalados com influência direta nos pontos, está nos penaltis assinalados ainda com o marcador empatado, pois os penaltis favoráveis assinalados num momento em que se encontravam a perder por 1 golo de diferença nas últimas 5 épocas ao Benfica, F. C. Porto e Sporting foram exatamente os mesmos 6 para ambos os clubes. 

Pelo que se vê, a grande diferença nos penaltis favoráveis assinalados que efetivamente podem fazer diferença pontual nos últimos 5 anos, estão nos 11 penaltis assinalados a favor do Benfica com o jogo empatado, quando o F. C. Porto e o Sporting usufruiram de 18 e 19 penaltis assinalados a seu favor ainda com o jogo empatado nos últimos 5 anos. Ora 18+19=37, e 37 é quase o quadrúplo de 11 (o triplo de 11 é 33). Isso quer dizer que, no final do campeonato podemos vir a assistir a um histórico pentacampeão que tenha conseguido esse feito, mesmo competindo contra outras 2 equipas, que em conjunto tenham usufruído do triplo ou quadrúplo de penaltis assinalados a seu favor ainda com o jogo empatado! 

São estas as condições arbitrais da nossa Liga, os grandes números não enganam meus amigos! 
Espero que tenha sido proveitoso para si, a leitura desta publicação no sentido de melhor conheceres a realidade do nosso campeonato, aqui neste "post" traduzida em números de penaltis favoráveis aos 3 grandes clubes em Portugal que foram efetivamente assinaladas pelos árbitros.

Se houver alguma curiosidade que mereça ser referida, agradeço que o partilhem esse(s) dado(s) relevante no quadro publicado que vos chamou atenção nos comentários deste "post".

2 comentários:

Anónimo disse...

Sempre de excelencia as tuas análises.

Miguel Monteiro disse...

grande análise

agora falta a análise das desfavoráveis :)