domingo, 9 de outubro de 2016

Treinadores e o seu rendimento médio

Os plantéis são muito importantes, mas ninguém pode negar que muitas vezes é a valia do treinador que se torna essencial a obtenção do sucesso desportivo. Todos estamos de acordo que ter um treinador vencedor é um grande trunfo, mas também todos sabemos que sem ovos não se fazem omoletes. Para avaliarmos a real capacidade dos treinadores para disputar titulos, convem concentrarmos no seu rendimento médio enquanto treinadores de equipas grandes (candidatas à Champions). É neste contexto que demontram se tem unhas ou não para tocar a guitarra.

Os treinadores quando orientam equipas com potencial de disputar uma Champions, tem finalmente condições para demontrar todo o seu potencial. 


Assim sendo, não fazia sentido analisar qual é o rendimento médio do Jorge Jesus ao longo dos vinte e tal anos da sua carreira como treinador de futebol, quando queremos neste momento é saber qual será o rendimento esperado do Jorge Jesus num clube grande (Sporting). Para melhor sabermos o que esperar deste Sporting 2016/17 o melhor é conhecermos qual foi o rendimento médio obtido pelo Jorge Jesus quando orientou jogadores em grandes clubes (Sporting, Benfica e Braga). Jorge Jesus nestes 3 clubes já dirigiu 429 jogos, tendo conseguido 291 vitórias, ou seja venceu 68% dos jogos dirigidos e em média conquistou 73,3% dos pontos possíveis. Estamos a falar de um grande número de jogos, por isso ao terminar a época com aproximadamente 50 jogos oficiais efectuados em todas as competições na época 2016/17, é expectável que o Sporting apresente os seguintes números 34 vitórias, 8 empates e 8 derrotas. Se conseguir mais 5 vitórias, ou seja 39 vitórias será uma boa temporada e se em vez disso conseguir apenas 29 em toda a época será uma decepcionante temporada.


A um ano, por esta altura poucos tinham a certeza se Rui Vitória já estaria preparado para comandar uma equipa capaz de conquistar o titulo, o que não acontece hoje depois de já ter orientado o Benfica em 61 jogos, em que obteve uns impressionantes 47 vitorias, 4 empates e 10 derrotas em todas as competições. Venceu 77% do jogos disputados com o Benfica e em média conquistou 79,2% dos pontos possíveis.
Nuno Espirito Santo também já tem algum histórico em equipas grandes (equipas com objectivos de disputar a Champions), já disputou 73 jogos como treinador principal do F. C. Porto ou Valencia, tendo conseguido 38 vitórias, ou seja venceu 52% dos jogos disputados e em média conquistou 60,7% dos pontos possíveis. O rendimento médio do Nuno Espirito Santo em grandes clubes é muito similar ao rendimento médio do José Peseiro em clubes grandes (Braga, F. C. Porto e Sporting), pois o José Peseiro já orientou 142 jogos nesses 3 grandes clubes, tendo conseguido 74 vitorias, ou seja venceu 52% dos jogos disputados e em média conquistou 57,3% dos pontos possíveis.

Os dados estatísticos dos 4 treinadores com responsabilidade de comandar os 4 primeiros classificados da época passada, enquanto comandantes de equipas grandes são os seguintes:


Rui Vitória fez 61 jogos pelo Benfica. Foi o único clube com aspirações a Champions que orientou.
Jorge Jesus fez 429 jogos (321 jogos pelo Benfica, 60 jogos pelo Sporting e 48 jogos pelo Braga)
Nuno Espirito Santo fez 73 jogos (62 jogos pelo Valencia e 11 jogos pelo F.C. Porto)
José Peseiro fez 142 jogos (63 jogos pelo Sporting, 57 jogos pelo Braga, 22 jogos pelo F. C. Porto)

Aparentemente em termos de treinadores, o Benfica e o Sporting partem em vantagem para esta temporada em relação ao F. C. Porto e ao Braga.
Rui Vitória ou Jorge Jesus que está melhor preparado, para arrecadar o titulo esta temporada.
Veremos em Maio, quem será o campeão nacional, os dados estatísticos atribuem favotismo ao Rui Vitória.



Sem comentários: