segunda-feira, 10 de abril de 2017

A velha tática da pressão

A velha tática da pressão para obter vantagem competitivas! 


Se o ridículo matasse! Seguramente não iríamos ouvir tamta choradeira na Comunicação Social nos próximos dias.
Depois de ver o filme produzido pela SPORT TV diz o Diogo Ivo: «Estava tão nervoso que na hora nem senti o murro. Mas, Samaris agrediu-me. ». Após esta "sui generis" tentativa de defesa do filme que a SPORT TV procurou promover, com jeitinho a estação televisiva ainda vai enaltecer os feitos do Diogo Ivo, mostrando que durante todo o jogo, foi mesmo meiguinho nas festinhas com os pitons que fez ao coitado do Rafa. Depois de ver as imagens que se seguem o Diogo Ivo também seria menino para dizer eu fiz falta sobre o Luisão dentro de área mas na hora não senti que o agarrei. Há mas isso é só se a tiverem interesse que ele esclareça.


A SPORT TV sabe que o Luisão colocou a bola fora para o Zivckovic ser assistido, depois de mais uma festinha com os pitons (mais uma que a SPORT TV oculta) e que os jogadores do Moreirense, quando o Benfica estava a espera que devolvessem a bola, obtaram por tentar surpreender o Benfica com um golo à traição aos 93 minutos, o que originou a reação do Samaris que derrubou e repreendeu o adversário por essa opção de não respeitar o fair-play.  Mas na SPORT TV há quem esteja a criar um grande filme. Dizem que tem de haver um processo, pois a do Samaris foi assim:


Esta semana vão atacar em força e na próxima também! A tática é conhecida, já foi muitas vezes usada. Todos sabem que é nesse jogo que quem está a alimentar as alegadas polémicas tentativas de agressão, aposta as fichas todas.
Ataca-se os jogadores do Benfica enquanto os processos do Danilo, do Corona ou do Filipe são escondidos, ninguém comenta estes lances, querem fazer crer que não são deste campeonato meus amigos! O que os olhos não vêem o coração não sente (não é SPORT TV). Mas, como todos sabemos todas as equipas sofrem e fazem faltas, por muito que sejam as pressões de quem controla as imagens, as estatísticas globais acabam por revelar que as condições arbitrais não são iguais para todos. Qual foi a ultima vez que um jogador do Porto foi castigado antes de um jogo importante?


Este jogo com o Setúbal foi o que antecedeu a visita a Luz, não dava mesmo jeito a acção disciplinar!



Encontraram as diferenças para a expulsão do Ederson neste mesmo campeonato?



O campeonato entrou na sua fase decisiva, os clubes procuram de todas as formas possíveis obter vantagens competitivas de modo a se puderem sagrar campeões.  Já tenteram retirar o Ederson de jogo, conseguindo mesmo retira-lo da difícil deslocação ao Braga (único jogador expulso por ter pontapear a bola e na sequência acertar com o pé no adversário, situação que o Filipe já fez por diversas vezes neste campeonato sem nenhuma expulsão como pode ver em cima), já tentaram retirar Pizzi de cena, já tentaram Jonas, já tentaram Samaris e etc.

Mas então, os jogadores do F. C. Porto não jogam o mesmo jogo que os do Benfica? Provavelmente é a sensibilidade dos realizadores (SPORT TV) e comentadores que se altera para lá do razoável em funçao da necessidade urgente de arranjarem situações de vantagem competitiva para o clube que apoiam, pois tem sido recorrente as situações em que são perdoadas expulsões ao F. C. Porto e nada acontece.





O desespero para tentar evitar o histórico Tetra tem sido por demais evidente na comunicação social. O F. C. Porto como sempre, ao que se juntou recentemente o Sporting (fazendo ridiculamente de seu capachinho), recorrem a todos os factores externos de pressão para tentar que o Benfica não possa utilizar todos os seus jogadores de reconhecida qualidade internacional que fazem parte do plantel.

Não é de hoje, a SPORT TV assumidamente sempre tentou interferir na definição da melhor equipa portuguesa e o guião/padrão é sempre o mesmo. Tal anti-benfiquismo primário acabou mesmo levanto o Benfica a não aceitar prolongar a comercialização dos seus jogos com a estação, coincidência das coincidências a partir dessa data, passou a ter condições para finalmente poder conquistar titulos nacionais assiduamente. Qualquer Marciano que tivesse caido em Portugal na recta final dos últimos campeonatos iria pensar que o futebol é o jogo em que todos os anos por estas alturas decisivas para a tribuição dos titulos, o Benfica na opinião dos comentadores (SPORT TV) desata a cometer infrações disciplinares graves, logo a Liga tem imperativamente de tentar diminuir os recursos desportivos do Benfica, expulsando/impedindo os seus jogadores de jogar, impondo-lhes castigo disciplinar, pois infelizmente para os adversários, com o actual plantel do Benfica totalmente disponível será muito complicado para os rivais,

O facto de a SPORT TV e a RTP estarem claramente ao serviço do F. C. Porto é o principal razão pela qual, quando analisamos estatisticamente um conjunto grande de jogos sem surpresa detectamos que o F. C. Porto usufruiu de muito melhores condições arbitrais que os rivais. É por isso que o F. C. Porto esta a disputar este campeonato com uma vantagem de 298 minutos em superioridade numérica em relação ao Benfica que não usufruiu de nenhum minuto em superioridade numérica no tempo util de jogo e ao mesmo tempo já tendo o F. C. Porto beneficiado de 5 penaltis assinalados a seu favor ainda com o jogo empatado, quando o Benfica só teve 2 penaltis assinalado a seu favor com o jogo empatado. Mesmo com toda esta vantagem arbitral, ainda querem mais vantagem, pois mesmo nestas circunstâncias desfavoráveis arbitrais o Benfica conseguiu conquistar mais pontos que o seu rival.


Assim sendo, aos anti-benfiquistas não lhes resta outra solução a não ser procurar desesperadamente mais vantagem competitiva. O que interessa é tentar diminuir a qualidade futebolística do Benfica, é uma táctica já utilizada há muitos anos:
  • quem não se lembra de o Miccoli expulso contra o Estrela de Amadora de forma ridícula e castigado disciplinarmente antes do confronto decisivo com o F. C. Porto em 2006/07
  • quem não se lembra da expulsão do Di Maria no jogo que antecedeu o confronto com o F. C. Porto em 2009/10, dai ter falhado o jogo com o F. C. Porto por estar a cumprir castigo, 
  • quem não se lembra da expulsão ridícula do Javi Garcia em Braga, com o Benfica a vencer por 1 a zero e após isso aproveito o Braga essa superioridade númerica para virar o resultado para 2-1, interrompendo assim uma serie de 18 vitórias seguidas do Benfica e entregando o titulo 2010/11 ao F. C. Porto, 
  • quem não se lembra no Olhanense 0 – Benfica 0, da única expulsão da carreira do El Mago Pablo Aimar na 24ª jornada da época 2011/12 (único jogador dos 3 grandes a cumprir 2 jogos de castigo nessa temporada), falhando os confrontos seguintes contra o Braga e o Sporting, jogos após os quais, o Benfica saiu com 4 pontos de atraso para a liderança entregando-se assim, o titulo ao F. C. Porto. 
  • quem não se lembra que neste campeonato 2016/17, ainda com o Sporting em luta directa com o F. C. Porto pelo 2º lugar, do William Carvalho ter ficado empedido de disputar esse jogo decisivo por ter visto o 5º amarelo num lance que quando comparado com os diversos lances protagonizados por jogadores do F. C. Porto sem o correspondente cartão neste campeonato, até parece festinhas de crianças. Após o final desse F. C. Porto 2 - Sporting 1 a SPORT TV e os comentadores foram muito celeres em atribuir as culpas da derrota ao inexperiente Palhinha que substituiu o castigado William Carvalho. Só os lagartos cairam nessa, pois os Sportinguistas sabem bem o que se passou, que a sua equipa não pôde usar a sua força máxima muito por culpa desse castigo disciplinar em proveito de... Alguém beneficiou do castigo infringido aos sportinguistas, meus amigos, não há que ter medo das palavras. 

Tem graça que ano após ano o F. C. Porto nunca perde jogadores importantes para os jogos grandes, esta semana mais uma vez foi perdoada a expulsão ao Filipe e ele estará disponível para o confronto com o Braga. E assim, vai o F. C. Porto competindo neste campeonato, com muitos jogos em superioridade numérica, muitos jogos mesmo desde a 1ª parte (as expulsões na 1ª parte ocorreram em 4 jogos)! Sempre a beneficiar de penaltis assinalados a seu favor ainda com o jogo empatado (5 no total), enquanto os rivais..., pois é, esses nem metade disso tem direito. São essas as condições arbitrais em que se disputa a nossa liga.

No ano passado já o Benfica tinha conseguido ser Tricampeão sem usufruir de nenhum minuto em superioridade numérica e novamente está época mesmo não tendo usufruído de nenhum minuto em superioridade numérica consegue liderar um campeonato em que o rival directo já jogou 298 minutos em superioridade numérica (9 expulsões em 9 jogos, ou seja jogou em média 33 minutos em superioridade numérica em cada um dos 9 jogos). São estas as condições arbitrais da nossa Liga.

PS: Tendo o Benfica marcado o golo somente aos 42 minutos, alguém consegue compreender porque o Ederson foi amarelado ainda na 1ª parte, aos 45 minutos por supostamente estar a retardar a reposição da bola ao jogo!
Terá sido só para que ele fique a bica de ser excluido do próximo jogo contra o Sporting ou nos jogos seguintes, caso veja um amarelo nas jornadas que faltam disputar.

1 comentário:

UserNameOculto disse...

Queria só deixar aqui os meus parabéns porque vocês têm uma linguagem muito elaborada e um esquema muito bem montado para quem basicamente tem a mesma mentalidade, capacidade de avaliação e facciosismos de qualquer benfiquista de tasca, que basicamente são 90% dos benfiquistas. Ora, logo de inicio ficamos a saber que o Diogo Ivo vendeu a ideia de que tinha sido agredido, até porque ninguém ao ver as imagens do que se tinha passado (infelizmente o jogo não teve a transmissão da BenficaTV, porque senão era certo que essas imagens não teriam aparecido), mas talvez o autor do texto seja mais uma Duarte Gomes desta vida, ou seja, se o jogador não se atirou para o chão não há murro, como neste último jogo Benfica vs Estoril se o Licá não parou nem se atirou, não houve agarrão. Desses lances todos que aí estão, apesar de alguns serem claramente lances onde o Porto foi beneficiado (nós portistas conseguimos admitir isso, não temos a doença das palas vermelhas), tem lances ridículos, como o do Soares contra o Tondela, o Filipe contra o Tondela e tenho a ideia que há mais um mas nem vou perder muito tempo com isto. Já agora, não analisem só o que vos interessa desses jogos, analisem o jogo todo e depois se verá em quantos jogos fomos realmente beneficiados, mas isso certamente não vos convém. Já agora deixo aqui sugestões para uns GIF's muito mais adequados para passar a ideia de impunidade no futebol Português, podemos começar com Samaris vs Diego Ivo, Samaris vs Alex Telles (deste podem ver se conseguem arranjar uns ângulos mais esclarecedores com a vossa CensuraTV, perdão, Benfica TV), Luisão vs Boateng, cotovelada de Luisão ao guarda redes do Moreirense, chapada na cabeça de Jonas a um jogador do Leixões, pisadela do braço de Fejsa a um jogador do Moreirense, pisadela de Pizzi a André André, e quando tiverem estes falem comigo porque se arranjam muitos mais. Continuem a vender a vossa banha da cobre, e já agora que estão preocupados com a superioridade numérica, vejam de quantos auto golos já beneficiou o Benfica esta época. Abraço Salazar