quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

NOTA: Muito Bom para Luis Ferreira - inadmissível!

Foram divulgadas as notas dos árbitros, Jorge Ferreira teve uma má nota no P. Ferreira 1 - Benfica 3 (o observador concorda com o penalti assinalado pelo arbitro mas diz que devia ser assinaldo outro penalti nesse jogo). A arbitragem do Luis Ferreira no F. C. Porto 3 - Moreirense 2, foi classificado como muito boa (Inacreditável! O observador concordou com o penalti assinalado por suposta falta sobre o Maxi. Um lance que todos os adeptos que viram o lance na tv e opinaram sobre ele afirmam que o defesa corta a bola claramente muito antes de qualquer contacto e que o defesa não rasteirou ou procurou rasteirar o Maxi mas simplesmente cortar a bola como cortou). Nenhum adepto aceitaria que um defesa do seu clube fosse punido com um penalti num lance semelhante a este que penalizou o Moreirense.


F. C. Porto, este fim-de-semana recuperou uma desvantagem de duas bola, nesta reviravolta muito contribuiu o arbitro Luis Ferreira, ao assinalar uma grande penalidade inexistente, quando o defesa do Moreirense cortou a bola e o Maxi se atirou para a piscina.
Nos dois últimos jogos para o campeonato nacional o F. C. Porto conseguiu virar dois resultados com os árbitros que favorecem ao seu rendimento desportivo (nos 14 jogos dirigidos pelo Artur Soares Dias conquistou 83% dos pontos possíveis e no 1º e até agora único jogo dirigido pelo Luis Ferreira conquistou 100% dos pontos possíveis e já teve ao seu 1º penalti favorável). Penalti esse que ajudou e muito na conquista dos 3 pontos em disputa no F. C. Porto 3 - Moreirense 2), por isso não é de estranhar o optimismo do José Peseiro. Basta uma arbitragem como o do Luis Ferreira ou do Artur Soares Dias, é o que é necessário para o F. C. Porto obter um melhor desempenho desportivo.

Os resultados positivos dão moral como se viu hoje, na conferência de imprensa do José Pesseiro.

José Peseiro, apesar da derrota na 1ª mão na Alemanha está bastante confiante para o desafio de amahã contra o Dortmund, como se pode verificar nesta pagina d'Abola online.



2 comentários:

Saci Pererê disse...

O penalty é discutivel, mas apenas se o jogador pode ou não rasteirar depois de tocar a bola, e no campo o lance é de dificil avaliação, tentar passar a ideia que o Fc Porto beneficiou de duas arbitragens para as duas reviravoltas, não é facciosismo, é aldrabar

Influência Arbitral disse...

Não se afirmou que o F. C. Porto beneficiou de 2 arbitragens favoráveis, mas sim que tem um rendimento superior a média do clube nas 8 épocas (79%), com esses 2 últimos árbitros (Luis Ferreira, com o qual teve 100% de aproveitamento e Artur Soares Dias, com o qual teve 83% de aproveitamento dos pontos em disputa nos últimas 8 epocas).

No caso do Artur Soares Dias, sendo ele um arbitro internacional, ou seja nomeado muitas vezes para os principais confrontos entre os candidatos ao título, é estranho que o rendimento seja superior ao rendimento médio do clube com todos os outros arbitros. É estranho, pois nos dos 14 jogos que dirigiu, 8 foram contra um outro candidato ao titulo (Benfica, Sporting e Braga).

Alguém acredita que determinado clube que num campeonato normal de 34 jogos conquista em média 79% dos pontos, esse mesmo clube em 14 jogos em condições equidistantes de arbitragem consegue obter um rendimento ainda superior ao seu rendimento médio tendo de defrontar por 8 vezes adversários do mesmo nível. Em condições normais o clube teria obrigatoriamente de diminuir de rendimento.É evidente que o Artur Soares Dias, só pode ser um arbitro que agrada ao F. C. Porto, são os dados estatísticos que o demonstram.