domingo, 21 de junho de 2015

JONAS E JACKSON : A NOSSA LIGA FICARIA MAIS POBRE

Correm notícias que o Campeonato nacional vai perder neste defeso 3 dos seus melhores jogadores:
  • Jonas, o jogador mais influente na época 2014/15
  • Jackson Martinez, o melhor marcador da época 2014/15
  • Nani, jogador de enorme qualidade como atesta o facto de ser de longe o atleta que presentemente tem o melhor contrato profissional de entre todos os que disputaram o liga 2014/15.

É certo que Nani já não competirá em Portugal na época 2015/16. Esta situação já era espectável uma vez que este atleta simplesmente tinha um contrato de empréstimo por uma época, sendo que o seu contrato erá incomportável para a realidade dos clubes nacionais.

Agora, em relação a Jackson Martinez e ao Jonas apesar das notícias darem estes jogadores como demasiado bons para a nossa realidade, a verdade é que os clubes portugueses os conseguiram contratar, vamos ver se os conseguem manter. 

Uma vez que, o próprio Pinto da Costa já veio informar que Jackson será transacionado neste defeso, provavelmente está venda ocorerrá até ao dia 30/06/2014, que é a data de fecho das contas anuais de época 2014/15. Essa é a forma do Relatório e Contas do F.C. Porto nesta época não voltar a apresentar resultados liquidos negativos. 
Com pena os adeptos vão deixar de ver Jackson Martinez na próxima época.



Jonas chegou somente a um ano a nossa liga, à custo zero já com 30 anos, mas logo na sua 1ª época demonstrou que é de longe o jogador com mais classe, tecnica individual, inteligência/entendimento do jogo na nossa liga. A um ano aparentemente nenhum clube estaria na disposição de lhe oferecer um contrato anual de 4M €, mas o rendimento apresentado em 2014/15, fizeram com que lhe aparecessem propostas bastante vantajosas. Veremos se Jonas decidirá ao contrário do que decidiu na época passada, em que previligiou jogar num clube europeu importante como o Benfica, em vez de ir receber um melhor ordenado num campeonato mais obscuro como o Chinês ou das Arabias. A qualidade atual do Jonas ainda merece estar a competir entre os melhores, será que para Jonas ainda continua a ser cedo para pensar em reformas douradas.



Dilemas para os adeptos do F.C. Porto:
Será 35M € um valor económico justo para a atual valia do Jackson, que à 3 épocas havia custado ao clube 8,8M €? A pressão de vender poderá dificultar a obtenção do máximo proveito mas também antes de consumada esta venda não será possível atacar convenitemente os alvos preferencias, como aconteceu esta semana com o Guido Carrilho que foi perdido para o Monaco, ou com as dificuldades que o clube está a ter para chegar a acordo com o Lucas Lima.
Apressando a venda e arrecadando um valor inferior a esse mesmo que relativamente próximo ao da clausula, conseguirá o F.C. Porto com metade desse valor voltar a encontrar noamente um grande avançado?

Dilemas para os adeptos do Benfica:
Os 10M € da clausula, mesmo que possa ser considerado um bom valor económico para o passe de um jogador com 31 anos, também será bom desportivamente para o Benfica? Desportivamente não é todos os dias que o clube consegue contratar atletas da valia do Jonas, normalmente esses atletas tem ordenados incomportáveis para a realidade nacional e manter Jonas no plantel seguramente permitirá que jovens como o Jonathan Rodriguez e o Gonçalo Guedes possam aprender/crescer naturalmente sem a pressão de render no imediato. No final da época seguramente entre o rendimento na LC e a valorização desses 2 jovens durante uma temporada compensará estes 10M € não aceites para trasferir Jonas.
Será que o Benfica conseguirá encontrar algum substituto que garante um rendimento semelhante ao do Jonas por menos de 10M €?


Sem comentários: