quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Diferenças no nº de jogos que estão castigados pelo Conselho de Disciplina

Esta semana é o Hernique Araújo que apanhou 1 jogo de castigo por criticas à arbitragem por ter sido obrigado a jogar em inferioridade numérica e declarações a exigir respeito pelo esforço dos jogadores, quando o Pepe com criticas contundentes a arbitragem num jogo sem penaltis nem expulsões ou golo ilegal, só levou uma multa e nenhum jogo de castigo! Criticas sem fundamento não tem nenhum jogo de castigo e criticar erros flagrantes, é se castigado com 1 jogo, revoltante!

A brincar, a brincar, a justiça desportiva, ainda só com 7 jornadas decorridas, já conseguiu privar o Roger Schmidt de uilizar jogadores em 4 jogos, o capitão (Otamendi), o sub-capitão (João Mário), o melhor goleador (Gonçalo Ramos) e agora (Henrique Araújo) o melhor marcador da equipa B na época anterior, sendo está temporada uma das principais bandeiras da grande aposta nos jogadores da cantera.

O Roger Schmidt, como todos os que acompanham a Liga Portuguesa, sabem que o Benfica não tem um plantel repleto de faltosos e insurretos, que em tão poucos jogos já levaram 4 jogadores castigados! 

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons"-Martin Luther King. O Henrique Araújo tal como o Martin Luther King, demonstra que está no lado certo da história. Os homens bons não podem ficar em silêncio perante as injustiças, como nos ensinou a todos, Martin Luther King. Não se pode ficar indiferente as injustiças que se fazem em frente aos nossos olhos. Não nos podemos remeter ao silêncio e dizer que as injustiças foram cometidas pelos homens maus e nós somente ficamos no nosso canto sem levantarmos a nossa voz contra as injustiças que são cometidas. 

O Henrique Araújo está a ser castigado injustamente, simplesmente exigiu condições para poder ser o melhor jogador que poderá vir a ser, de modo a se transformar no Ponta de Lança capaz de dar aos Portugueses a felicidade que merecem ter com um verdadeiro homem de área, goleador na seleção. Se ele estiver a jogar sistematicamente em inferioridade númerica ou privado dos melhores colegas por castigo disciplinar, seguramente não conseguirá marcar golos suficientes para se transformar no avançado de elite que os especialistas nas camadas de formação esperam que venha a atingir.

Henrique Araújo simplesmente defendeu o Benfica, defendeu o talento de tantos jovens colegas, para que não se percam, por todos estarmos a ver as injustiças que estão a ser alvos e ninguém dar a cara para os defender! Hoje, somos todos Henrique Araujo! Este sim, é um extraordinário atleta e um grande exemplo como homem e desportista! Henrique araujo, aos 19 anos marcou 20 golos em 34 jogos (2.463 minutos em 2021/22, ou seja, marcou 1 golo a cada 123 minutos) e dada a juventude se espera que na atual temporada com 20 anos seja capaz de marcar mais do que os 20 golos da temporada anterior. Neste momento na época 2022/23 vai com 3 golos em 232 minutos jogados, ou seja, marcou 1 golo a cada 77 minutos jogados. Força miúdo, ontem, hoje, amanhã somos todos HENRIQUE ARAÚJO! 



Inaceitável este castigo ao Henrique Araújo, ele está a disputar o mesmo campeonato que o Pepe! Para preservar a integridade de um Liga, o critério tem de ser igual para todos os que competem nessa mesma competição. O conselho de disciplina não pode ter maior sensibilidade para uns do que outros.
Os jogos de castigo se são aplicados ao Henrique Araújo, também tem de ser ao Pepe e a todos!

BASTA! SOMOS TODOS HENRIQUE ARAÚJO! 


terça-feira, 27 de setembro de 2022

E agora, de quem é a culpa?

Alguém tem de assumir a responsabilidade, por esta seleção com uma geração com bastantes jogadores dos mais talentosos que há atualmente no mundo inteiro, apresentar tão pouco futebol. Portugal tem mais de 20 grandes jogadores para poder utilizar num 11 em campo bastante superior a atual equipa espanhola. Há que assumir as responsabilidades próprias, que não voltem a cair na tentação de culpar quem está fora.

Em Novembro 2021, fizeram a canalhice que fizeram com o Rafa Silva, ao ponto dele preferir renunciar a seleção (vai falhar um mundial, que é o sonho de todos os futebolistas) para não voltar a ser enxovalhado na praça pública como foi em Novembro de 2021. Uma coisa boa, para a tranquilidade de espirito do Rafa teve o seu anuncio de renuncia a seleção. Agora, nos jornais de amanhã, a culpa não será do Rafa, desta já se livrou o Rafa, ele já está tranquilamente a ver os jogos em casa (ninguém pode insinuar que teve pouca empenho). Não podem voltar a fazer a mesma canalhice de atirar as culpas para o Rafa Silva, nem para o seu substituto, Gonçalo Ramos que sem surpresa foi ocupar o lugar na bancada, em vez do Rafa Silva.

Espera-se que o Gonçalo Ramos não tenha perdido confiança ou rotinas/entrosamento com os colegas no Benfica. 

Neste momento, aos Benfiquistas só interessa levantar a moral ao Gonçalo Ramos, tal como teriam de fazer, caso fosse o Rafa a ocupar o lugar do preterido enviado para a bancada, em vez, de estar no Seixal. Gonçalo Ramos é um jovem que começou agora a ser relegado para a bancada (pode ser que não faça tanta mossa), seria mais nefasto animicamente se fosse o Rafa Silva, a ter que ir mais uma vez para a bancada, é ingrato estar disponível para servir a seleção nestas condições durante 9 épocas. E quando deixam de nos convocar, nem se dignam a dar uma palavra de conforto/explicar presencialmente que não te convocam durante 1 ano, mas que seguramente não deves acreditar no que lestes nos jornais pois o selecionador efetivamente acredita em ti. Agora, não fica bem é ele dizer que nã convoca ninguém com características semelhantes as tuas, pois não necessita dessas características.

domingo, 25 de setembro de 2022

Lápis Azul: Esta gente não se apercebe que estamos num País Democrático

O despedimento do comentador Jaime Cancella de Abreu da SPORT TV é mais uma prova de que os poderes instalados no futebol Português, estão infestados de anti-Benfiquismo primário. Num programa em que é suposto os comentadores darem a conhecer a sua opinião e partilhar a dos adeptos do seu clube na blogosfera, as pessoas não podem ficar ofendidas com o Jaime Cancella de Abreu ou dizeren que ficaram surpreendidas por os Benfiquistas terem criticas a fazer em relação a seleçao nacional. Nenhum Benfiquista ficou ofendido com o que disse Jaime Cancella de Abreu! Pelo contrário, o despedimento do Jaime Cancella de Abreu é que é mais uma ofensa ao Benfica!

Então, a Federação Portuguesa se indigna com as criticas do Jaime Cancella de Abreu exigindo o seu despedimento e não se indignou quando jogadores insultaram as mães de muitos adeptos Portugueses (despedimento, quando não castigaram internamente, nem exigiram sequer um pedido de desculpas publicas, era o mínimo para que os Benfiquistas não se sentissem ofendidos, sempre que os mesmos envergassem a camisola da seleção nacional). 

O jogo de estreia do Octávio há um ano atrás, coincidiu com o jogo em que o Fernando Santos concedeu os últimos 9 minutos ao Rafa na seleção, depois disso, não o voltou a convocar, até que agora com o Otávio lesionado, se lembrou de convocar novamente o Rafa e pelos vistos sem ter tido nenhuma palavra de conforto/esclarecimento em privado com o jogador sobre a forma abjeta que foi acusado publicamente em Novembro de 20221 (deixaram o jogador a sofrer durante 1 ano sem darem nenhum tipo de esclarecimento, sequer em privado ao jogador, ele só via que não constava da convocatória até que surpreendentemente agora se viu obrigado a enviar email a informar que não estava disponível). Numa altura em que não havia nenhum jogador do Benfica entre os selecionados, mesmo assim, acusaram-no como responsável pela derrota (Rafa Silva, o único Benfiquista que era presença assidua na seleção, cuja última vez  em campo tinha sido 5 jogos antes). Este comportamento só pode ser condenável aos olhos de qualquer adepto, foi ofensivo para o Rafa, mas é só mais uma das sucessivas ofensas aos Benfiquistas. Apesar de uma residual utilização nestes 9 anos em que esteve completamente a disposição, ainda há comentadores que jocosamente afirmam que o Rafa Silva devia se confomar com os minutos que teve, pois nenhum outro jogador do Benfica conseguiu jogar mais minutos na seleção nestas últimas 9 épocas! Nenhum outro jogador do Benfica teve mais minutos na seleção nas últimas 9 épocas!

A seleção quando em detrimento do único Benfiquista que vinha sendo convocado, decide agraciar em Junho 2022 com a convocatória, aqueles que insultam as mães dos Benfiquistas (sobre estes canticos Benfica apresentou queixa formal em 17/05/2022), tem a obrigação de saber que obviamente, iria ser criticada por todos aqueles Benfiquistas que se sentiram ofendidos. 

Quem não se sente não é filho de boa gente! Rafa Silva se sentiou ofendido, como o presindente Rui Costa, o simples adepto Jaime Cancella de Abreu se sentiu (o que ele disse é a verdade e a sabedoria popular sempre disse que quem diz a verdade não merece castigo). Não conheco nenhum Benfiquista que não se tenha sentido ofendido por esses jogadores e por tabela pela Federação pela sua inação nesse caso dos canticos ofensivos. É certo que o único jogador do Benfica que poderia se ver obrigado a partilhar o balneário com os responsáveis pelos insultos era o Rafa Silva, mas o selecionador acabou prescindindo dos seus serviços nessa convocatória de Junho 2022 em vez, de obrigar os jogadores que proferiram as ofensas a se retratarem publicamente. Os Benfiquistas foram ofendidos nesses canticos e os responsáveis pela seleção não fizeram o exigível para defender estes Portugueses que se sentiram ofendidos. Quem deve defender os interesses dos Portugueses nada fez! Não admira que neste momento, a maioria dos Benfiquistas esteja tão afastados da seleção, estes casos de insultos não se resolvem assobiando para o ar, sem uma efetiva condenação da atitude ofensiva!

Mesmo que o Fernando Santos ou os responsáveis da Federação não vejam onde está o mal de insultar as mães de muitos Portugueses, os Benfiquistas seguramente se sentiram ofendidos. Os Benfiquistas exigem a quem os representa na Comunicação Social, que defenda o clube das canalhices que o clube tem sido alvo nas últimas épocas (Veja-se os juízos de carácter que diversos comentadores Portistas e Sportinguistas já fizeram ofensivas ao Benfiquista Rafa Silva sem consequências). Jaime Cancella de Abreu tem estado bastante bem ao denunciar o que está mal no futebol Português e a esmagadora maioria dos Benfiquistas se revê nos seus argumentos. É inaceitável, em plena democracia privarem os Benfiquistas de defender o seu ponto de vista! É vergonhoso o que se passa em Portugal, com os podres poderes instalados na nossa Liga Profissional de Futebol.